OSCE vai retirar missão da Geórgia em 1º de janeiro

A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) decidiu retirar sua missão da Geórgia em 1º de janeiro próximo pela oposição da Rússia ao prolongamento de seu mandato, que conclui em 31 de dezembro, anunciou a presidência finlandesa em Viena nesta segunda-feira.

AFP |

"A partir de 1º de janeiro, começamos a retirar nossa missão", anunciou Antti Turnen, embaixador finlandês ante a organização, que presideiu a reunião do conselho permanente da OSCE nesta segunda-feira em sua sede em Viena.

A missão da OSCE conta com 180 membros, entre eles 28 observadores que vigiam o cessar-fogo perto da Ossétia do Sul depois da guerra travada em agosto entre Tbilisi e Moscou pelo controle dasta regiao separatista georgiana.

A proposta de extender por três meses a missão de observadores na Geórgia "foi rejeitada por um país", afirmou Turnen, referindo-se à Rússia.

A recondução do mandato esbarrou com a questão do reconhecimento da Ossétia do Sul cmo independente, o que a Rússia reclamava.

Depois da guerra de agosto, as tropas russas que recuaram nas regiões separatistas pró-russas da Ossétia do Sul e Abkházia não deixaram entrar os obeservadores nessas regiões.

lad-gg/cn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG