Os principais ataques do braço iemenita da Al-Qaeda

O governo iemenita confirmou nesta terça-feira que o autor da tentativa de atentado contra um avião americano estava ainda em dezembro, em Sanaa; sua ação foi assumida pela Al-Qaeda que ameaçou matar todos os Cruzados na Península Arábica.

AFP |

Seguem os principais ataques reivindicados desde 2000 pela Al-Qaeda com base no Iêmen:

- 12 de outubro 2000: 17 soldados americanos foram mortos e 38 feridos num ataque suicida da Al-Qaeda contra o destróier USS Cole no porto de Aden.

- 13 de outubro 2000: Um ataque à bomba contra a embaixada britânica em Sanaa causa prejuízos materiais; nenhuma pessoa é atingida.

- 6 de outubro de 2002: O petroleiro francês Limburg é atacado num porto da província de Mukalla. Morre um marinheiro búlgaro.

- 2 de julho de 2007: Oito turistas espanhóis e dois iemenitas são mortos num ataque com carro-bomba no sítio arqueológico de Maarib, leste de Sanaa.

- 18 de janeiro de 2008: Dois turistas belgas, um guia e um motorista iemenitas são mortos a tiros em Wadi Hadramout, leste de Sanaa.

- 18 de março de 2008: Um policial e um estudante são mortos num ataque à bomba contra a embaixada americana em Sanaa.

- 17 de setembro de 2008: 16 pessoas foram mortas num duplo atentado com carro-bomba perto da mesma embaixada.

- janeiro de 2009: fusão dos braços sauditas e iemenita da Al-Qaeda formando a Al-Qaeda na Península Arábica.

- 15 de março de 2009: Quatro turistas sul-coreanos são mortos e quatro outros, feridos, por um camicase em Chibam no leste do Iêmen.

- 7 de abril de 2009: Riad diz ter desmantelado uma célula de 11 membros presumíveis da Al-Qaeda que planejavam ataques.

- 14 de junho de 2009: O Iêmen anuncia a detenção de um financista saudita da Al-Qaeda, Hassan Hussein ben Alwan.

- 19 de agosto de 2009: A Arábia Saudita anuncia a detenção de 44 membros presumíveis da Al-Qaeda, apreendendo importantes quantidades de armas.

- 28 de agosto de 2009: Abdallah Hassan al-Asiri, um membro da Al-Qaeda "arrependido" se fez explodir diante do príncipe Mohammed ben Nayef, líder da luta antiterrorista saudita, que ficou levemente ferido.

- 13 de outubro de 2009: A Arábia Saudita anuncia ter matado dois suicidas da Al-Qaeda na fronteira com o Iêmen.

- 1 de novembro de 2009: A Arábia Saudita anuncia a descoberta de importantes esconderijos de armas.

- 25 de dezembro de 2009: Um jovem nigeriano tenta fazer explodir um avião de carreira americano. O ataque foi assumido no dia 28 de dezembro pela Al-Qaeda na Península Arábica.

bur-pmh/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG