Os pais do soldado Shalit imploram por ajuda a Netanyahu

Os pais do soldado israelense Gilad Shalit, no poder do Hamas, imploraram neste domingo ao primeiro-ministro Benjamin Netanyahu que salve seu filho chegando a um acordo de troca de prisioneiros com o movimento islamita que controla a Faixa de Gaza.

AFP |

"Imploramos que salve nosso filho. Salve nosso filho!", escrevem Noam e Aviva Shalit, em carta entregue neste domingo.

"Nós nos dirigimos ao senhor, primeiro-ministro, antes que seja tarde demais porque a negoação chegou a um ponto sem volta. Não há mais que duas opções: ou nosso filho volta para casa ou é deixado com o Hamas", asseguram.

Há várias semanas as forças armadas israelenses censura a informação que circula sobre as negociações.

Segundo a imprensa, Israel aceitará libertar centenas de prisioneiros paletinos, mas se opõe a incluir entre eles alguns envolvidos em atentados violentos, como quer o Hamas.

O sargento Gilad Shalit, de 23 anos, foi capturado em 25 de junho de 2006 no extremo da Faixa de Gaza por um comando palestino do qual fazia parte o Hamas.

ms/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG