Os dez acidentes e catástrofes naturais mais graves de 2008

Seguem abaixo as catástrofes naturais e os acidentes mais graves que aconteceram em 2008:

AFP |

- Ciclone em Mianmar -

Na noite de 2 de maio, o ciclone Nargis se abateu sobre a costa sudoeste de Mianmar, com ventos entre 190 e 240 km/h, antes de continuar sua trajetória de destruição rumo ao leste, no dia seguinte, deixando 138.000 mortos ou desaparecidos, além de 2,4 milhões de desabrigados. Os danos materiais foram graves, sobretudo, em Yangun, a maior cidade do país.

Depois de proibir, obstinadamente, a passagem de ajuda estrangeira por suas fronteiras, a junta militar (no poder desde 1962) confiou à Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) a tarefa de coordenar a ajuda humanitária internacional no território, um dos mais fechados do mundo.

- Terremoto na China -

Em 12 de maio, um terremoto de 8 graus na escala Richter abalou a província de Sichuan (sudoeste da China), deixando 88.000 mortos ou desaparecidos, 375.000 feridos e cerca de 5 milhões de desabrigados.

O custo de reconstrução dos cerca de 50.000 povoados e cidades atingidos pelo terremoto, o pior registrado no país em 32 anos, é estimado em mais de 245 bilhões de dólares.

- Furacões no Haiti -

Em agosto e setembro, quatro furacões ou tempestades tropicais - Fay, Gustav, Hannah e Ike - castigaram o Haiti, sucessivamente, deixando mais de 800 mortos, sendo mais da metade somente na cidade de Gonaives (norte), e pelo menos um milhão de desabrigados. Mais de 100.000 casas foram arrasadas nesse pequeno país caribenho, o mais pobre do continente americano.

- Naufrágio nas Filipinas -

Em 21 de junho, saindo de Manila com destino a Cebu (centro), o ferry "MV Princess of the Stars" foi surpreendido por enormes ondas provocadas pelo tufão Fengshen e naufragou perto da ilha de Sibuyan, com 862 passageiros a bordo. Apenas 57 pessoas foram encontradas vivas. Alguns dias depois, as autoridades filipinas suspenderam as operações de busca, depois que veio à tona a informação de que o navio transportava pesticidas altamente tóxicos.

- Deslizamento de terra na China -

Em 8 de setembro, um deslizamento soterrou Taoshi, uma pequena cidade de cerca de mil habitantes no norte da China, deixando pelo menos 262 mortos. A catástrofe aconteceu após a ruptura do dique de uma represa de resíduos de minério de ferro, procedente de uma mina ilegal.

- Queda de avião da Spanair em Madri -

Em 20 de agosto, a Espanha conhece sua mais grave catástrofe aérea em 25 anos, quando um avião da companhia espanhola Spanair pega fogo, saindo da pista durante a decolagem, no aeroporto de Madri. O saldo foi de 154 mortos.

- Desabamento de uma escola no Haiti -

Em 7 de novembro, uma escola desabou em uma favela na periferia de Porto Príncipe, deixando 91 mortos e 162 feridos, crianças em sua maioria. Cinco dias depois, uma outra escola desabou, parcialmente, no centro da capital. Nove pessoas ficaram feridas.

- Acidente de trem na China -

Em 28 de abril, um trem expresso, procedente de Pequim, colidiu com um trem de passageiros perto da cidade de Zibo (leste): 70 mortos e mais de 400 feridos. Essa foi uma das piores tragédias ferroviárias na China em mais de dez anos.

- Acidente de estrada em Burkina Fasso -

Em 15 de novembro, uma batida entre um carro de transporte de passageiros marfiniano superlotado e um caminhão que levava açúçar, seguida de um incêndio, matou 69 pessoas perto de Boromo (167 km ao oeste de Uagadugu). O veículo transportava 92 pessoas - burquinenses em sua maioria, que partiam para o trabalho nas plantações de cacau e de café, no sudoeste da Costa do Marfim. Esse foi um dos piores acidentes, nos últimos anos, na África Ocidental.

- Califórnia em chamas -

Em meados de outubro, atiçados por fortes ventos com rajadas de mais de 100 km/h, os incêndios se multiplicaram no noroeste de Los Angeles, matando uma pessoa e destruindo mais de 7.700 hectares em cinco dias.

Em 12 de novembro, três incêndios arrasaram mais de 800 casas e outros 17.000 hectares na região de Los Angeles e Santa Barbara.

kd-bc/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG