Estes são os atentados mais violentos realizados no mundo depois dos ataques de 11 de setembro nos Estados Unidos, reivindicados pela rede terrorista Al-Qaeda e que deixaram 3.000 mortos.

- 12 de outubro de 2002 - INDONÉSIA: um duplo atentado na Ilha de Bali deixa 202 mortos, em sua maioria turistas. O ataque é atribuído à Jamaah Islamiyah (JI), uma organização aliada à Al-Qaeda.

- 11 março de 2004 - ESPANHA: Atentados islamitas em Madri deixam 191 mortos e mais de 1.800 feridos, em uma série de explosões a bordo de quatro trens na capital e periferia.

- 7 julho de 2005 -INGLATERRA: Uma série de explosões atinge o sistema de transporte de Londres (três trens do metrô e um ônibus de dois andares) na hora do rush e deixa 52 mortos e cerca de 700 feridos.

- 11 julho de 2006 - ÍNDIA: Duzentas pessoas mortas e 714 feridas em uma série de atentados que atingiram trens e estações na periferia de Mumbai.

- 16 outubro de 2006 - SRI LANKA: 103 militares mortos e 150 feridos em atentado com caminhão-bomba realizado por rebeldes tâmeis contra um comboio da Marinha cingalesa no nordeste da ilha.

- 19 outubro de 2007 - PAQUISTÃO: 139 mortos e mais de 300 feridos num atentado que visava à ex-primeira-ministra do Paquistão, Benazir Bhutto, no pior ataque suicida da história do país.

- 27 novembro de 2008 - ÍNDIA: Mais de 100 mortos e uma centena de feridos numa série de atentados em Mumbai, principalmente em dois hotéis de luxo.

Paralelamente, o Iraque foi palco de um grande número de atentados suicidas e operações terroristas que fizeram milhares de vítimas depois da intervenção das tropas americanas em 2003.

doc-ms/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.