Seguem os principais acontecimentos desde a retirada israelense da Faixa de Gaza, em 2005:

- 12 set 2005: as tropas israelenses se retiram da Faixa de Gaza, após 38 anos de ocupação, de acordo com o plano unilateral do premier israelense Ariel Sharon.

- 25 nov: Reabertura do terminal de Rafah entre a Faixa de Gaza e o Egito, após um acordo israelense-palestino.

- 1º jan 2006: a trégua observada de fato durante uma ano expira, os tiros de foguetes contra Israel recomeçam.

- 4 jan: Ehud Olmert assume o poder interinamente, após a hospitalização de Ariel Sharon.

- 25 jan: O Hamas vence as legislativas. Israel rejeita qualquer negociação com o movimento islamita.

- 28 jun: Operação de Israel "Chuvas de verão" na Faixa de Gaza, três dias após a captura de um de seus soldados, Gilad Shalit. Detenção de 60 dirigentes do Hamas, entre eles vários ministros e dezenas de deputados.

- 1º-7 nov: Ampla ofensiva israelense, operação "Nuvens de outono", contra Beit Hanoun (norte de Gaza), que custa a vida a 56 palestinos, a metade combatentes, e faz 200 feridos.

- 26 nov: Em virtude de um acordo de cessar-fogo, o exército israelense põe fim a cinco meses de operações militares na Faixa de Gaza (mais de 400 palestinos mortos) e se compromete a não retornar aos ataques. Por sua vez, os grupos palestinos devem se abster de lançar foguetes.

- 7 abr 2007: O exército israelense retoma os ataques na Faixa de Gaza, depois de centenas de foguetes palestinos disparados desde novembro. No dia 24, o braço armado do Hamas proclama o fim da trégua com Israel.

- 15 jun: o Hamas toma o controle da Faixa de Gaza, após derrotar as forças fiéis ao presidente palestinon Mahmud Abbas.

- 19 set: Israel declara a Faixa de Gaza "entidade hostil".

- 17 jan 2008: Bloqueio israelense à Faixa de Gaza, em represálias aos tiros de foguetes. Centenas de milhares de palestinos fogem para o Egito.

- 27 fev-3 mar: Operação israelense "Inverno quente" em Gaza, lançada em resposta à morte de um israelense por um tiro de foguete palestino: mais de 120 palestinos morreram.

- 17 jun: Acordo Israel/Hamas sobre uma trégua em Gaza, que entra em vigor no dia 19, após vários meses de violência que fizeram centenas de mortos.

- 4-5 nov: Sete militantes palestinos mortos durante operação israelense na Faixa de Gaza e nos ataques aéreos que se seguiram; grupos armados palestinos atiram em resposta a mais de 50 foguetes sobre o sul de Israel. Mais grave onda de violência desde a instauração da trégua.

- 19 dez: o braço armado do Hamas, as Brigadas Ezzedine Al-Qassam, anuncia o fim oficial da trégua em seguida ao prosseguimento do bloqueio israelense de Gaza.

- 27 dez: Israel lança uma ofensiva aérea contra o Hamas na Faixa de Gaza para mpôr fim aos tiros de foguetes (operação "chumbo grosso", de uma amplidão sem precedente nos territórios palestinos desde 1967).

- 2 jan: "Dia de ira" - milhares de palestinos se manifestam na Cisjordânia e em Jerusalém, onde os confrontos opõem manifestantes às forças da ordem israelenses.

-3 jan: Israel lança uma ofensiva terrestre contra o Hamas na Faixa de Gaza para pôr fim aos lançamentos de foguetes.

Segundo as últimas cifras disponíveis no final deste domingo, 4 de janeiro, "mais de 510 palestinos morreram, entre eles 87 crianças, e o de feridos soma mais de 2.450.

Leia mais sobre Faixa de Gaza

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.