Os 2.000 soldados georgianos mobilizados no Iraque começaram a deixar o país neste domingo para regressar à Geórgia para apoiar as tropas envolvidas nos combates na região georgiana separatista pró-russa da Ossétia do Sul, informou à AFP o comando do exército dos Estados Unidos.

"Nós os ajudamos, fornecendo transporte aos georgianos que se retiram", declarou um porta-voz do exército americano.

A maior parte do contingente georgiano fica em Camp Delta, em Kut, a 160 km ao sul de Bagdá.

kat/sk/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.