lava uma mancha - Mundo - iG" /

Ortega diz que decisão da OEA sobre Cuba lava uma mancha

San Pedro Sula (Honduras), 3 jun (EFE).- O presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, disse hoje que com a decisão da Organização dos Estados Americanos (OEA) de revogar a suspensão de Cuba do Sistema Interamericano aprovada em 1962 lava uma mancha.

EFE |

Ortega, que permanece em San Pedro Sula, em Honduras, desde ontem, para participar da 39ª Assembleia Geral da OEA, disse que a decisão da organização representa "uma vitória de Cuba".

O governante reconheceu a contribuição dos Estados Unidos para o acordo de consenso alcançado após intensos debates entre os chanceleres e delegados desde terça-feira.

Nesse sentido, ressaltou que o de hoje "é um gesto positivo, uma pequena luz", que coloca à prova a vontade dos povos para dar um passo "que alguns dirão: tarde demais".

Acrescentou que a vitória obtida em San Pedro Sula por Cuba "dificilmente teria sido alcançada na Administração passada dos Estados Unidos", de George W. Bush, mas exigiu que esse país suspenda o embargo que mantém contra a ilha desde 1962.

Ortega também disse que os países da Alternativa Bolivariana para as Américas (Alba) estão "satisfeitos com estes resultados".

"Chegamos a esta circunstância porque Cuba não se vendeu, graças a que Cuba não se rendeu, frente às múltiplas agressões que sofreu nas múltiplas ordens; é um ato de reivindicação para nós mesmos e é uma vitória a mais do heroico povo cubano", disse o presidente nicaraguense. EFE gr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG