Ortega desmente viagem de membros das Farc à Nicarágua

Manágua, 26 jul (EFE).- O presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, disse hoje que é mentira a informação de que seis rebeldes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) tenham visitado seu país na semana passada, e acusou de traição à pátria o jornal La Prensa, de Manágua, por ter publicado essa notícia.

EFE |

"São mentiras após mentiras as que dizem nossos inimigos, e chegaram a afirmar que estiveram aqui no dia 19 de julho seis irmãos dirigentes das Farc da Colômbia, e como são mentirosos dão até detalhes", afirmou Ortega em um longo discurso em Manágua.

O governante afirmou que os proprietários do jornal "La Prensa" "estão servindo aos interesses da oligarquia colombiana, porque inventam a informação e a veiculam como se fosse verdade, para depois ser usadas pelas autoridades colombianas".

O líder sandinista disse ainda que estas informações serão usadas pelas autoridades da Colômbia para denunciar a Nicarágua à Interpol e à Organização dos Estados Americanos (OEA).

"Este jornal que todos conhecemos está servindo de instrumento de uma política externa que é nociva para a soberania do país, que está envolvido em um conflito de ordem territorial com a Colômbia", acrescentou. EFE fm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG