Ortega condena suposto plano opositor para boicotar referendo na Bolívia

Manágua, 8 ago (EFE).- O presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, expressou nesta sexta-feira sua condenação a um suposto plano opositor para boicotar o referendo revogatório que será realizado no próximo domingo na Bolívia.

EFE |

Ortega acusou os ricos, oligarcas e opositores do presidente boliviano, Evo Morales, de impulsionar esse plano para dividir o país sul-americano, em um longo discurso pronunciado em um hotel de Manágua perante pessoas que trabalham nos hospitais e centros de saúde do Estado.

O presidente afirmou que recebeu uma carta de Morales na qual se fala de uma "conspiração onde não se podem descartar tentativas de golpes de Estado, assassinatos e confrontos violentos", amanhã ou mesmo no domingo. EFE fm/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG