LONDRES (Reuters) - A constelação Orion esconde um movimentado berçário de estrelas, repleto de jovens astros explodindo jatos de gás em todas as direções, informaram astrônomos no domingo. Uma empoeirada galáxia, que se parece como uma vaga mancha em volta da espada de Orion, esconde uma vasta região repleta de estrelas imaturas, disseram.

"Regiões como estas são normalmente chamadas de berçários de estrelas, mas nós estamos mostrando que esta não segue apropriadamente o curso: está caótica e seriamente abarrotada", disse em um comunicado Chris David, do Centro Integrado de Astronomia no Havaí.

Essas estrelas jovens estão soltando jatos de moléculas de hidrogênio a trilhões de quilômetros no espaço, informaram os astrônomos em um material preparado para o Encontro Nacional de Astronomia nesta semana no Reino Unido, em Hertfordshire.

"A pesquisa sobre a formação das estelas é fundamental para a nossa compreensão sobre como nosso próprio sol e os planetas que orbitam o espaço foram criados. Muitas das estrelas atualmente formadas em Orion desenvolvem-se justamente como o sol. Algumas até mesmo têm planetas, como a Terra, associados a elas", afirmou em um comunicado Thomas Stanke, do Observatório Europeu do Sul em Garching, na Alemanha, que trabalhou no estudo.

A equipe de pesquisa internacional utiliza o Telescópio Infravermelho do Reino Unido, no Havaí, o instituto de pesquisa internacional para radioastronomia, ou IRAM, o telescópio de ondas de milímetro, na Espanha, e a órbita Spitzer Space Telescope, acima da Terra.

(Reportagem de Maggie Fox)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.