Orgãos da ONU no Chile expressam sua solidariedade aos afetados pelo tremor

Santiago do Chile, 27 fev (EFE).- Organismos da ONU com sede no Chile expressaram hoje suas condolências aos familiares das vítimas do terremoto ocorrido este sábado e reafirmaram seu compromisso com o país.

EFE |

Os diretores de organismos e agências destacaram a rápida resposta das autoridades chilenas após o terremoto que assolou o país na madrugada do dia 27 de fevereiro e que causou mais de 700 mortos e dois milhões de desabrigados, segundo um balanço provisório.

Em reunião convocada hoje na sede da Comissão Econômica Para a América Latina e o Caribe, pela secretária executiva da Cepal, Alicia Bárcena, os diretores de 15 organismos das Nações Unidas com presença no Chile elogiaram "a eficaz organização sob o comando da presidente Michelle Bachelet".

Em comunicado divulgado após o encontro, as agências da ONU destacaram "a personalidade e a força humana do povo chileno que várias vezes em sua história soube superar estas adversidades".

Os quase mil funcionários das Nações Unidas que trabalham no Chile se encontram todos a salvo; no entanto, vários prédios que abrigam os organismos e agências na capital chilena foram afetados.

Em alguns casos se trata de danos estruturais, por isso equipes de especialistas avaliam a deterioração, a fim de garantir a segurança do pessoal quando nesta segunda-feira voltarem ao trabalho.

No sábado passado, o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon enviou suas condolências aos familiares das vítimas do terremoto.

Ban, que se mantém em contato com as autoridades do Chile e com os responsáveis da Cepal para conhecer a evolução da situação, se comprometeu com o apoio da organização às autoridades e ao povo chilenos. EFE mf/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG