Órgão de saúde espanhol autoriza primeiro transplante de rosto do país

Madri, 24 jun (EFE).- A Organização Nacional de Transplantes (ONT) da Espanha atendeu ao pedido de um hospital de Valência para realizar o primeiro transplante de rosto no país, que será feito pelo médico Pedro Cavadas, que já tem dois candidatos à cirurgia.

EFE |

O responsável pela ONT, Rafael Matesanz, informou hoje à Agência Efe que, após concedida a autorização, o assunto será debatido amanhã por uma comissão do Conselho Interterritorial do Sistema Nacional de Saúde (SNS) para que as regiões se pronunciem também sobre o tema.

Matesanz disse que "deve haver poucos impedimentos" para que se faça esta operação de "caráter experimental".

O transplante de rosto já ocorreu na França e na China e, caso seja aprovado definitivamente para "Hospital de la Fe", de Valência, será o primeiro da Espanha.

Após conhecer a decisão da ONT, o cirurgião Pedro Cavadas afirmou que tem dois candidatos para um transplante, um homem e uma mulher sobre os quais não revelou mais informações.

Cavadas, no final de 2006, realizou um transplante de antebraços e mãos em uma mulher colombiana que recebeu alta recentemente.

Por enquanto, o transplante de rosto aconteceria só na parte inferior da fase, abaixo dos globos oculares já que a região dos olhos é difícil de ser operada e há chances do paciente perder a visão caso ocorra alguma incompatibilidade ou infecção. EFE nac/rb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG