Organização Mundial da Saúde aconselha governos a se preparem contra a gripe

GENEBRA - Uma autoridade da Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um apelo na segunda-feira aos governos para reforçarem seus preparativos contra a gripe suína, mas afirmou que a esta altura o fechamento de fronteira e as restrições a viagens não adiantam mais.

Reuters |


O diretor-geral-assistente interino Keiji Fukuda disse a jornalistas que a melhor forma de combater a doença, que já matou até 149 pessoas no México, é pela mitigação, e não pela contenção.

O vírus já foi registrado nos EUA, no Canadá e na Europa. "Uma pandemia não é considerada inevitável a esta altura", acrescentou ele. "A situação é fluida, e continua a evoluir."

Ele disse também que os especialistas precisam de mais dados para determinar se existe um reiterado contágio entre humanos, e defendeu a continuação da produção das atuais vacinas contra a gripe sazonal (comum).

"A OMS deve também monitorar a situação muito cuidadosamente, e deve facilitar o processo de desenvolvimento de uma vacina contra este novo vírus suíno H1N1."

Leia também:

Entenda a gripe suína:

Gripe suína no Brasil

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG