Washington, 15 jan (EFE).- O subdiretor da Organização Pan-americana da Saúde (OPS), Jon Andrus, afirmou hoje que diversas fontes calculam que haja entre 50.

000 e 100.000" mortos no Haiti, devastado por um terremoto na última terça-feira.

No entanto, Andrus disse que estes números são apenas "suposições", e que, no momento, uma das ameaças mais graves à saúde dos sobreviventes são as doenças infecciosas gastrintestinais. EFE jab/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.