Opositores vencem eleições romenas por vantagem mínima

Bucareste, 2 dez (EFE).- A aliança opositora formada pelo Partido Social Democrata (PSD) e pelo Partido Conservador (PC) ganhou as eleições parlamentares realizadas domingo na Romênia no domingo passado com uma vantagem mínima sobre o também opositor Partido Democrata Liberal (PDL).

EFE |

Com todas as urnas apuradas, o Escritório Eleitoral Central informou hoje que os ex-comunistas do PSD e seus aliados obtiveram 33,09% dos votos para a Câmara dos Deputados e 34,16% para o Senado.

Pouco abaixo, o PDL conseguiu 32,36% para a Câmara e 33,57% para o Senado.

O governamental Partido Nacional Liberal (PNL) e alcançou em torno de 18% em ambos.

Seu até agora aliado no Governo minoritário, a União Democrata dos Húngaros da Romênia, recebeu 6% dos apoios eleitorais.

Por sua vez, o nacionalista Partido Romênia Grande (PRM) ficou, com 3%, abaixo dos 5% mínimos para conseguir representação parlamentar.

Ainda não se definiu a divisão de cadeiras no Congresso dos Deputados, embora ontem já tenha se adiantado que, apesar de ter menos percentagem de votos, o PDL poderia obter 165 representantes contra os 163 do PSD. EFE av/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG