Opositores são condenados à prisão no Iêmen por incitar protestos

Sana, 20 jul (EFE).- Um tribunal iemenita condenou hoje a seis meses de prisão, com a suspensão da pena, 22 opositores acusados de incitar distúrbios e ações violentas durante os protestos registrados nos últimos meses nas províncias do sul do país.

EFE |

O tribunal de Al-Dalea, 270 quilômetros ao sul de Sana, também absolveu por falta de provas outras dez pessoas acusadas pela Promotoria de "instigar a desobediência e atuar contra a Constituição do país".

Os condenados tinham sido detidos durante os protestos registrados a partir de março passado nas cidades do sul do país, nas quais os manifestantes culparam o Governo de Sana de discriminação contra os habitantes do antigo Iêmen do Sul, reunificado com o norte em 1990.

Fontes da oposição asseguram que nesses protestos morreram 13 pessoas e outras 70 teriam ficaram feridas, enquanto dezenas de simpatizantes da oposição foram detidos. EFE ja/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG