Opositores bolivianos se reúnem para pactuar posição sobre referendo

La Paz, 17 nov (EFE) - Os governadores regionais bolivianos opositores ao Governo de Evo Morales estudarão amanhã na cidade de Trinidad, nordeste do país, adotar uma posição comum para o referendo constituinte de 25 de janeiro, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

O governador regional de Santa Cruz, Rubén Costas, confirmou a participação na reunião na condição de presidente do órgão que reúne os opositores regionais, o Conselho Nacional Democrático (Conalde).

De Trinidad irá o governador de Beni, Ernesto Suárez, cujo departamento comemora amanhã aniversário.

A governadora de Chuquisaca, a indígena Savina Cuéllar, também participará do encontro, segundo fontes do departamento, para deixar clara sua posição de "não" ao projeto constitucional que será submetido a referendo em 25 de janeiro.

Uma fonte do opositor Comitê Cívico de Trinidad, citada pelo jornal "El Deber", destacou que espera-se a chegada de "autoridades de Tarija", mas a Agência Efe não pôde confirmar se o governador regional, Mario Cossío, estará presente.

O texto constitucional que será votado em janeiro será o pactuado por Governo e oposição no Congresso em meados de outubro, no qual se introduziram mais de 100 emendas ao apresentado pela Assembléia Constituinte.

Com exceção do de Tarija, os governadores regionais e organizações cívicas dos outros três departamentos governados por opositores já manifestaram a oposição ao projeto constitucional, pois consideram que não satisfaz suas expectativas autonomistas. EFE az/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG