Opositor Viktor Yanukovich vence eleições na Ucrânia, segundo pesquisas

Kiev, 7 fev (EFE).- O líder opositor ucraniano Viktor Yanukovich venceu a primeira-ministra Yulia Timoshenko no segundo turno das eleições presidenciais da Ucrânia, segundo várias pesquisas boca-de-urna divulgadas no fechamento dos colégios eleitorais.

EFE |

Duas pesquisas encomendadas pelo canal de televisão "Inter" confirmam que Yanukovich teria conseguido 49,6% e 49,7% dos votos, enquanto Timoshenko teria obtido 44,5% e 44,63%, respectivamente.

De acordo com os dados do instituto Natsionalni Exit Polls, Yanukovich obteve 48,7% e Timoshenko 45,5%.

Também atribui a vitória ao líder opositor uma pesquisa realizada pelo programa de televisão "Savik Shuster Studia", embora por uma menor margem de votação, de apenas 2,9 pontos percentuais.

Embora a diferença entre Yanukovich e Timoshenko se aproxima da margem de erro das pesquisas, os comentaristas destacam que nenhuma delas se inclina a favor da primeira-ministra.

Durante o dia de votação, o chefe da campanha de Timoshenko, Aleksandr Turchinov, anunciou que exigirá a anulação dos resultados onde houver ocorrido fraude eleitoral.

Turchinov se referiu aos colégios da região de Donetsk, reduto de Yanukovich, onde, segundo dados da Comissão Eleitoral Central, a participação foi a mais alta do país.

Às vésperas do segundo turno, a própria Timoshenko advertiu que chamaria seus partidários às ruas em caso de fraude dos resultados eleitorais.

Boris Kolesnikov, "número dois" do Partido das Regiões, liderado por Yanukovich, disse esperar que Timoshenko se comporte como um político europeu e admita sua derrota.

"Para o candidato perdedor, esse seria o primeiro passo para ser considerado um político europeu, porque o reconhecimento dos resultados eleitorais é a norma europeia", disse à imprensa na primeira reação aos resultados das pesquisas. EFE bk/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG