Opositor Sebastián Piñera lidera pesquisa para eleições no Chile

SANTIAGO (Reuters) - O empresário e líder da oposição de centro-direita Sebastián Piñera lidera as preferências para as eleições presidenciais do Chile, com projeção de vitória em um segundo turno, revelou na quarta-feira uma sondagem da Corporación Cerc. Em um cenário de segundo turno, que seria realizado em 10 de janeiro, Piñera obteria 41 por cento dos votos ante 33 por cento para o ex-presidente Eduardo Frei, candidato do bloco de centro-esquerda atualmente no poder.

Reuters |

Para o primeiro turno da eleição, programado para 13 de dezembro, Piñera obteve 39 por cento das intenções e Frei 21 por cento, segundo a Cerc. De acordo com a lei chilena, se nenhum candidato obtiver mais de 50 por cento dos votos, é realizado um segundo turno.

Os números não indicam mudanças significativas com relação às pesquisas anteriores realizadas pela Cerc em dezembro do ano passado e em abril de 2009.

"A eleição presidencial está em aberto, Sebastián Piñera está consolidado com mais de 40 por cento dos eleitores, embora sem mostrar aumento no número de apoios mesmo com o enfraquecimento do apoio aos partidos da Concertación," disse Carlos Huneeus, diretor-executivo da Corporación Cerc.

O milionário Piñera, dono de ações da companhia aérea LAN Airlines, do canal de televisão Chilevisión e da sociedade que administra o clube de futebol Colo Colo, entre outros, tem liderado as pesquisas nos últimos meses.

Caso ganhe as eleições previstas para dezembro, Piñera colocaria fim a quatro governos consecutivos da coalizão de centro-esquerda Concertación, que chegou ao poder após o fim da ditadura de Augusto Pinochet, que durou de 1973 a 1990.

A pesquisa da Cerc foi realizada com 1.200 pessoas no país, com margem de erro estimada em 3 por cento.

(Reportagem de Ariel Miranda)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG