Lima, 2 jan (EFE).- O ex-candidato presidencial opositor da Bolívia Manfred Reyes Villa, quem supostamente fugiu para os Estados Unidos por Lima em 15 de dezembro, não aparece nos registros migratórios do aeroporto internacional da capital peruana, informaram fontes do terminal aéreo.

"Oficialmente não há registros da saída pelo Aeroporto Internacional Jorge Chávez", afirmou à Agência Efe uma fonte do terminal aéreo, embora não descartou a possibilidade que o ex-candidato opositor tenha saído do Peru "com outra identidade".

Segundo relatórios de inteligência do Governo de La Paz, Reyes Villa saiu da Bolívia para o Peru em 14 de dezembro e um dia depois a partir de Lima partiu em um avião para os Estados Unidos.

O porta-voz de Reyes Villa, Andrés Ortega, negou a saída da Bolívia do ex-candidato presidencial, mas não quis comentar o assunto.

Reyes Villa, que conquistou a segunda maior votação no pleito presidencial de 6 de dezembro - no qual Evo Morales foi reeleito - se considera um perseguido político do Governo.

Na semana passada, um promotor emitiu uma ordem de prisão contra ele e sua esposa, Patricia Avilês, para que respondam diante da denúncia do suposto uso de documentos falsos que apresentou contra si a Prefeitura de Cochabamba. EFE tg-watt/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.