parecer cordeirinho - Mundo - iG" /

Opositor diz que Chávez condena violência para parecer cordeirinho

Caracas, 8 fev (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, decidiu condenar a violência de grupos aliados a seu Governo porque quer parecer um cordeirinho para os venezuelanos que rejeitam essa atitude, disse hoje o dirigente opositor Omar Barboza.

EFE |

"Queremos dar a Chávez o benefício da dúvida, porque temos interesse em que realmente a Venezuela viva em paz, em segurança, com harmonia entre os venezuelanos", declarou Barboza, presidente do partido Um Novo Tempo (UNT).

Chávez revelou hoje que o grupo governista "La Piedrita" ameaçou queimar um bairro de Caracas se a Polícia concretizar a detenção de seu líder, Valentín Santana, e lamentou ao mesmo tempo essas atitudes violentas.

Segundo Barboza, Chávez, acusado por seus detratores de ser o principal promotor desses grupos violentos, deve confirmar a sinceridade de sua posição com outras ações.

O opositor pediu a Chávez que autorize a emissora "Radio Caracas Televisión" (RCTV) a voltar ao ar e que liberte "presos políticos" que o Governo chama "políticos presos" por cometerem crimes. EFE ar/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG