Opositor a Chávez entra de licença e é substituído em Prefeitura

Caracas, 3 abr (EFE).- A Câmara Municipal de Maracaibo (oeste) nomeou hoje um prefeito interino para ficar no lugar do titular do cargo, o líder opositor Manuel Rosales, que está escondido para não ser detido.

EFE |

O presidente do Legislativo de Maracaibo, Daniel Tonne, anunciou Elías Mata, líder do partido Um Novo Tempo (UNT), ao qual Rosales pertence, como "prefeito encarregado", já que o titular foi hoje licenciado por 90 dias.

A autorização para que Rosales se ausente da Prefeitura por três meses, prazo que ele "poderia pedir" para ser prorrogado, foi concedida para que o opositor se ocupe exclusivamente de sua defesa no processo que enfrenta por suposto enriquecimento ilícito, disse Tonne.

No próximo dia 20, Rosales deverá se apresentar num tribunal de Caracas para se defender das acusações apresentadas pela Promotoria.

Mas o UNT disse que não existem "garantias processuais para que o julgamento" ocorra "conforme a lei".

Omar Barboza, presidente da legenda, disse na terça-feira que, desde esse dia, Rosales ficaria "resguardado" num lugar secreto "até que existam condições que lhe garantam uma defesa adequada" no processo. EFE ar/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG