Oposição zimbabuana já conseguiu 96 dos 188 deputados já definidos

Harare, 2 abr (EFE).- A oposição do Zimbábue está perto de conseguir a maioria parlamentar, já que acumulou 96 das 188 cadeiras definidas até agora pela Comissão Eleitoral, segundo dados parciais oferecidos hoje oficialmente.

EFE |

As autoridades eleitorais deram ao meio-dia um novo cômputo parcial da apuração das eleições parlamentares do sábado passado, mas continuam sem entregar dados sobre as eleições presidenciais disputadas simultaneamente.

Os dados oferecidos correspondem a 188 das 206 cadeiras de deputados que estavam em disputa, o que significa 91,2% do total.

Na Câmara Baixa, a principal do Parlamento zimbabuano e onde há 210 cadeiras de eleição direta, foram adiadas no sábado passado as votações para três cadeiras, devido à morte dos candidatos.

Além disso, na circunscrição de Muzarabani Sul, a cadeira foi concedida diretamente ao governante União Nacional Africana do Zimbábue-Frente Patriótica (Zanu-PF), o único partido que apresentou candidatos nessa zona.

De acordo com estes dados, o opositor Movimento para a Mudança Democrática (MDC), liderado por Morgan Tsvangirai, já conseguiu 91 deputados, enquanto uma facção desse mesmo partido dirigida por Arthur Mutambara conseguiu mais 5 cadeiras.

A Zanu-PF conseguiu 92 cadeiras na Câmara Baixa, além da cadeira que conseguiu na circunscrição onde participou sozinha.

Só faltam 18 cadeiras para ser definidas. As autoridades eleitorais acham que os dados finais das eleições parlamentares poderão ser divulgados hoje, mas continua sem informar sobre quando começarão a entregar os dados provisórios da apuração presidencial.

Também não foram informados os resultados das eleições para o Senado, que tem funções menores que a Câmara Baixa.

Além dos deputados escolhidos diretamente, há outros designados diretamente pelo presidente e por outras instituições. EFE ag/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG