não categórico à emenda sobre reeleição - Mundo - iG" /

Oposição venezuelana defende não categórico à emenda sobre reeleição

Um bloco de partidos venezuelanos de oposição apresentou, nesta quinta-feira, suas razões para votar não no referendo de 15 de fevereiro, que tratará de uma emenda constitucional sobre a reeleição, classificando o projeto de atraso e de desculpa para que o presidente Hugo Chávez concentre ainda mais poder.

AFP |

O chamado Comando Angostura, em referência a um dos discursos mais conhecidos do herói da independência da Venezuela, Simón Bolívar, no qual mencionou, justamente, o tema da reeleição, destacou a necessidade de a população votar em massa nesse referendo.

A emenda "não é apenas a reeleição indefinida, é a concentração do poder, a perspectiva autocrática militarista, a concentração de tudo na presidência da República (...) Essa reeleição indefinida se traduz no elemento de maior atraso das últimas décadas na Venezuela", afirmou o prefeito de Maracaibo (oeste) e porta-voz desse grupo de oposição, Manuel Rosales.

Rosales lembrou que, enquanto os problemas do país se agravam, começando pela insegurança, pela deterioração da qualidade de vida, ou pela perda de poder aquisitivo, o governo continua concentrado na reeleição.

bl/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG