Oposição sul-coreana deixa Parlamento após 12 dias de ocupação

Seul, 6 jan (EFE).- Dezenas de deputados da principal força de oposição sul-coreana, o Partido Democrata (PD), abandonaram hoje o Parlamento, após 12 dias de ocupação para protestar contra a aprovação de polêmicas leis por parte da legenda governamental.

EFE |

Em coletiva de imprensa, o presidente do PD, Chung Se-kyun, disse que decidiram desocupar o Parlamento para dialogar com o governamental Grande Partido Nacional (GPN), segundo informou a agência de notícias local "Yonhap".

Em 26 de dezembro passado, 54 deputados do PD tomaram o plenário do Parlamento para evitar a ratificação de leis como o tratado de livre-comércio com os Estados Unidos e a reforma da imprensa que permitirá aos principais diários e conglomerados sul-coreanos dominar a televisão local.

O GPN, que conta com uma maioria ampla de 172 cadeiras, tinha intenção de aprovar essas emendas antes do fim de 2008. A oposição tem com 83 parlamentares. EFE ce/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG