Oposição protesta após eleições na Geórgia

Pelo menos mil partidários da oposição foram às ruas nesta quarta-feira à noite, em Tbilisi, capital da Geórgia, depois que pesquisas anunciaram o partido do presidente Mikhail Saakachvili como vencedor das eleições legislativas, com ampla margem.

AFP |

Os dirigentes da oposição prometerem reunir milhares de pessoas para protestar contra o resultado das urnas.

De acordo com as pesquisas de boca-de-urna, realizadas na saída das seções eleitorais por vários institutos políticos e divulgadas nas emissoras de TV nacionais, o Movimento Nacional Unido aparece com mais de 63% dos votos, muito à frente do Conselho da Oposição Unida, com pelo menos 14%.

A manifestação começou por volta das 23h (16h de Brasília) de quarta-feira e terminou à 1h40 de quinta (18h40 em Brasília), com a oposição convocando novos atos para os próximos dias.

"A luta continua. Nosso objetivo é libertar a Geórgia deste regime", declarou David Gamkrelidze, líder de um dos nove partidos da coalizão opositora, o Partido dos Novos Direitos.

Pouco depois do fechamento dos postos de votação, às 20h (13h de Brasília), os líderes da oposição já declaravam que a eleição foi "fraudada". A oposição também contestou a confiabilidade das pesquisas de boca-de-urna.

uh/tt/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG