Oposição pede intervenção do Exército contra onda xenofóbica na África do Sul

Johanesburgo, 20 mai (EFE).- Os bairros pobres de Johanesburgo, na África do Sul, foram palco hoje de mais uma onda de xenofobia e a oposição pediu a intervenção do Exército.

EFE |

Mais de 20 pessoas, a maioria estrangeiros, morreram em vários pontos da capital sul-africana e nos arredores, vítimas do surto de violência que começou no início da semana passada e se agravou nos últimos dias.

"Os delinqüentes estão se aproveitando da situação. Não sabemos o que está acontecendo, se é xenofobia ou não", disse a porta-voz da Polícia, Sasa Lengene.

O ministro da Segurança da África do Sul, Charles Nqakula, disse hoje que unidades especiais da Polícia serão desdobradas para fazer frente à onda de violência, mas não especificou um prazo nem detalhou quantos agentes integrarão as forças.

A oposição pediu hoje a intervenção do Exército alegando incapacidade da Polícia para fazer frente aos ataques, que tem imigrantes zimbabuanos e moçambicanos como principais vítimas.

O dirigente da coalizão oposicionista Aliança Democrática, Jack Bloom, sugeriu o uso de soldados de um batalhão localizado próximo a Johanesburgo e Pretória para montar postos de vigilância e patrulhar os bairros mais afetados.

O Governo sul-africano não comentou a possibilidade de utilizar o Exército, mas as autoridades da província de Gauteng, onde estão Johanesburgo e Pretória, disseram que essa medida ainda é prematura.

Johan Burger, especialista em criminalidade do Instituto de Estudos de Segurança, em Pretória, declarou hoje a uma rádio local que a violência dos últimos dias em Johanesburgo "vai além do ódio aos estrangeiros".

Já o Instituto Sul-africano de Relações Raciais disse hoje que a onda de violência é motivada pelos erros judiciais do Governo do presidente do país, Thabo Mbeki, em satisfazer as necessidades dos mais pobres e de sua ineficácia para lutar contra o crime. EFE ag/wr/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG