Um assessor do líder opositor Mir Hossein Moussavi informou em um relatório ao Parlamento que 69 pessoas morreram durante os protestos contra a polêmica reeleição de Mahmud Ahmadinejad.

"Temos uma lista com pelo menos 69 mortos e cerca de 220 detenções depois das eleições presidenciais", declarou Alireza Beheshti, segundo o jornal reformador Sarmayeh.

De acordo com dados oficiais das autoridades do país, 30 pessoas morreram nas manifestações realizadas pela oposição.

Até o momento, as autoridades afirmam que 2.000 pessoas foram presas.

hif-jds/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.