Oposição indonésia vai recorrer de reeleição de Yudhoyono

Jacarta, 25 jul (EFE).- A líder da oposição indonésia, Megawati Sukarnoputri, pretender impugnar os resultados do pleito presidencial realizados no último dia 8 e que deram a reeleição ao presidente do país, Susilo Bambang Yudhoyono.

EFE |

"Ainda é necessário resolver muitas questões legais, e por isso rejeitamos os resultados publicados pela Comissão Eleitoral Central", disse o porta-voz de Megawati, Gayus Lumbuun.

A oposição se queixou em várias ocasiões durante a campanha de certas "irregularidades" no cadastro eleitoral que afetariam "milhões de eleitores" e anunciaram que não vão assinar os resultados finais, uma decisão que não tem consequências legais.

A Comissão Eleitoral Central da Indonésia deu oficialmente ontem a vitória ao presidente Yudhoyono, que conseguiu um segundo e último mandato após uma cômoda vitória.

Segundo a apuração dos votos, completada dois dias antes do previsto, a chapa liderada por Yudhoyono recebeu 60,8% dos votos.

Com esse resultado, não há necessidade de segundo turno.

A ex-presidente indonésia Megawati Sukarnoputri recebeu 26,79% dos votos. Na terceira posição, com 12,41% da preferência do eleitorado, ficou o atual vice-presidente do país, Jusuf Kalla.

Na terceira posição, com 12,41% da preferência do eleitorado, ficou o atual vice-presidente do país, Jusuf Kalla. EFE jpm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG