Oposição governará 44% da população venezuelana

Caracas, 24 nov (EFE).- O Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), do presidente Hugo Chávez, venceu em 17 das 22 eleições estaduais disputadas ontem, mas quase 44% dos venezuelanos serão governados por opositores em nível regional, segundo dados oficiais.

EFE |

A maioria das vitórias chavistas ocorreu em estados com menor população, principalmente de base agropecuária.

Ao contrário, as quatro circunscrições mais povoadas do país e com maior peso econômico e estratégico - os estados Zulia, Miranda e Carabobo, e a Prefeitura maior de Caracas, - serão dirigidas por opositores de diferentes partidos.

A estes núcleos, deve-se acrescentar o estado Táchira, o nono na escala demográfica, mas importante por ser a principal rota ligação à Colômbia.

Entre os cinco domínios opositores somam cerca de 12 milhões de habitantes, que representam praticamente 44% dos 28 milhões dos habitantes do país.

Chávez classificou os resultados de "grande vitória", mas a maioria dos analistas coincidiu em constatar que a "quantidade" de vitórias socialistas ficou compensada pela "qualidade" dos triunfos opositores.

Da mesma forma, porém ficou claro para os observadores que, enquanto o PSUV é o principal partido do país, reunido em torno do presidente, a oposição dividiu suas conquistas entre grupos que, passadas as eleições, às quais concorrerem unidos, tenderão à desagregação.

O Zulia ficou para o partido "Um Novo Tempo", Miranda para "Primeiro Justiça", Carabobo para "Projeto Venezuela", Caracas para "Aliança Bravo Povo" e Táchira para "Copei".

Estes partidos terão um PSUV compacto e disposto a seguir disciplinadamente as ordens que foram dadas por Chávez, que criou o partido e é seu presidente, reforçado pela quase total derrota no pleito de ontem dos dissidentes do chavismo - governantes que, eleitos em 2004 com o apoio do presidente, se afastaram dele. EFE rr/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG