TBILISI - A oposição georgiana convocou seus partidários a se reunir neste domingo novamente em frente à sede do Parlamento, depois que ontem à noite um grupo de cerca de 50 pessoas que não foram identificadas ameaçou e destroçou com paus parte do equipamento dos manifestantes.

"Apesar de nossa decisão prévia de não realizar nenhuma ação no Domingo de Ramos, decidimos nos reunir também hoje por causa dos incidentes desta noite", declarou a ex-presidente do Parlamento e atual líder da oposição, Ninó Burdzhanadze.

Na sexta-feira passada, a oposição anunciou o começo de uma campanha pacífica de desobediência civil para forçar a renúncia do presidente do país, Mikhail Saakashvili.

Segundo explicou a oposição, os piquetes vão acontecer diariamente das 15h até as 21h, após o qual os manifestantes fecharão cada dia com um comício na praça contra o Parlamento.

Leia mais sobre Geórgia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.