Caracas, 16 fev (EFE).- Jornal opositor ao Governo venezuelano, o El Nacional diz hoje que (Hugo) Chávez ganha direito a se reeleger após um processo infestado de vícios, enquanto o Últimas Notícias, jornal de maior tiragem do país, abre aspas às declaração de grande vitória do presidente como manchete.

Também afinado a Chávez, "El Universal"exalta que "54,36% dos cidadãos disseram 'sim' à emenda constitucional que permitirá se candidatar indefinidamente o Presidente e todas as demais autoridades eleitas por voto popular".

Além da "grande vitória", o "Últimas Notícias" abre destaque para Chávez elogiar as autoridades eleitorais pelo "civismo" durante o referendo.

Já "El Nacional" alfineta Chávez porque "o presidente não alcançou a meta de 7 milhões de votos que tinha pedido a seus seguidores em 20 de janeiro".

Único jornal da capital que publica editoriais regularmente, ele publica um hoje com o título "De novo a armadilha", criticando a falta de habilidade da oposição venezuelana em lutar pelos votos dos eleitores indecisos ou neutros e dos que optaram pela abstenção. EFE rr/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.