O partido oposicionista do Zimbábue MDC disse que vai contestar uma recontagem dos votos das eleições do mês passado que, segundo o partido, tem como objetivo manipular os resultados em favor do partido do presidente Robert Mugabe. Duas semanas após as eleições, os resultados oficiais ainda não foram divulgados, embora contagens iniciais indiquem a derrota do partido governista Zanu-PF para o MDC (Movimento pela Mudança Democrática, na sigla em inglês) na câmara baixa do Parlamento.

"Nós vamos ver no que vai dar, mas nós vamos contestá-la", disse o advogado do MDC, Selby Hwacham.

Aceitar uma recontagem seria "aceitar resultados fraudados", disse o porta-voz do MDC Nelson Chamisa à agência de notícias Reuters.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.