Oposição do Zimbábue questiona resultados parlamentares

HARARE (Reuters) - A oposição do Zimbábue duvida das cerca de 60 cadeiras vencidas no parlamento pelo partido ZANU-PF, do presidente Robert Mugabe, disse na segunda-feira um advogado do Movimento pela Mudança Democrática. No total, registramos 60 requerimentos na Corte Eleitoral, a respeito dos assentos na Câmara. Os requerimentos servem para assegurar que as declarações de resultados sejam desprezadas, disse à Reuters Charles Kwaramba, advogado do MDC.

Reuters |

Os resultados oficiais mostram que o MDC derrotou o ZANU-PF na eleição parlamentar de 29 de março, mas o ZANU-PF recusou alguns desses resultados, alegando, entre outras coisas, que o MDC subornou autoridades eleitorais.

Em seu processo na Corte, o MDC acusa os candidatos e simpatizantes do ZANU-PF de compra de votos, intimidação e interferência (no trabalho) das autoridades eleitorais, dentre outras práticas abusivas, disse Kwaramba.

O MDC, que tentou em um tribunal separado forçar a divulgação dos resultados da eleição, também disse que nem todos os seus votos foram contados nas eleições parlamentares, segundo Kwaramba.

(Reportagem de MacDonald Dzirutwe)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG