Oposição do Zimbábue pede intervenção da ONU

O Conselho Nacional de Segurança deve intervir no Zimbábue para garantir o fim da violência e a saída do presidente Robert Mugabe, disse nesta terça-feira um dos líderes do partido de oposição Movimento para a Mudança Democrática (MDC, na sigla em inglês).

AFP |

O secretário-geral do MDC, Tendai Biti, afirmou que o conselho deve aprovar "uma forte resolução sobre temas humanitários e políticos".

"Deve haver um apelo para que Mugabe renuncie. Ele é ilegítimo. Perdeu esta eleição (realizada no dia 29 de março). As Nações Unidas devem garantir a transição e a segurança de um novo governo", afirmou.

Biti afirmou ainda que o conselho de 15 membros deve pedir "o fim imediato da violência, a desmilitarização do campo, a desmobilização das milícias e o fechamento dos campos de tortura".

O secretário do MDC acrescentou que o partido recebeu informações a respeito de "soldados arrancando os olhos de pessoas, povoados inteiros queimados, jovens seqüestrados e 35.000 famílias deslocadas".

ga/ap/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG