Oposição do Zimbábue inicia campanha para eleições certa da sua vitória

O principal partido da oposição do Zimbábue iniciou neste domingo sua campanha para o segundo turno da eleição presidencial de 27 de junho convencida da sua ampla vitória.

AFP |

O Movimento pela Mudança Democrática (MDC) começou sua campanha em Bulawayo, a segunda cidade do país e um dos locais em que possui maior número de partidários. Também informou que entrou em contato com as autoridades regionais para obter as garantias de uma eleição justa.

"Nos dirigimos à Comunidade de Desenvolvimento do Sul da África (SADC). Queremos uma força de vigilância para termos certeza de que haverá paz no Zimbábue", declarou o vice-presidente Thokozani Khupe em um encontro eleitoral.

O MDC iniciou sua campanha sem o líder Morgan Tsvangirai, que adiou sua volta ao país por um suposto plano para assassiná-lo.

"A SADC, as Nações Unidas e a União Africana (UA) devem estar presentes para vigiar a eleição e a imprensa internacional também tem que estar", disse Khupe para milhares de seguidores.

"Desta vez, vamos vencer com uma margem ainda maior", afirmou.

"Em 27 de junho, enterraremos a Zanu-FP (União Nacional Africana do Zimbábue -Frente Patriótica)", disse, fazendo referência ao partido de Robert Mugabe.

gm-sn/fb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG