Johanesburgo, 28 abr (EFE).- As duas facções do Movimento para a Mudança Democrática (MDC) anunciaram hoje um acordo para trabalhar juntas no Parlamento do Zimbábue e superar as diferenças que afetavam o partido há mais de dois anos.

"Decidimos trabalhar juntos e combinar nossas forças, por isso o Parlamento é agora controlado por nós", afirmou o presidente do MDC, Morgan Tsvangirai, em entrevista coletiva oferecida na África do Sul.

Tsvangirai estava acompanhado por Arthur Mutambara, líder de uma facção dissidente do MDC que tinha se separado do partido em 2005.

Os dois setores do MDC reúnem 109 deputados, frente aos 97 do governante União Nacional Africana do Zimbábue-Frente Patriótica (Zanu-PF). EFE ag/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.