Oposição denuncia que um peruano tentou votar em referendo boliviano

O presidente do comitê cívico-empresarial do oposicionista departamento boliviano de Santa Cruz, Branco Marinkovic, corrigiu sua denúncia anterior de que um cidadão cubano foi surpreendido nesta cidade tentando votar no referendo revogatório deste domingo com um documento de identidade falso. O indivíduo em questão era peruano.

AFP |

"Acabam de nos confirmar que ele não é cubano, e sim peruano. Há vários deputados que estão indo à sede da Força Especial de Luta contra o Crime, onde o indivíduo se encontra para verificar o caso", afirmou Marinkovic à AFP.

Segundo Marinkovic, o estrangeiro foi preso numa demonstração de que, "na Bolívia, se vota democraticamente e não se aceita a fraude e a ditadura".

Sérios distúrbios também foram registrados no povoado de Yucumo, no norte do país, depois do roubo de cédulas de votação. Segundo as notícias, a responsável eleitoral do lugar se encontra detida pelos habitantes para que resolva a situação.

O ministro do Interior Alfredo Rada, consultado sobre o incidente, assinalou desconhecer a ocorrência de roubo de material eleitoral.

Em La Paz, o presidente da Corte Nacional Eleitoral (CNE), José Luis Exeni, pediu paciência à população. "Estamos tomando as medidas necessárias para repor as cédulas", explicou.

jlv/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG