Oposição declara vitória na Irlanda

Enda Kenny, do partido Fine Gael, deve tentar renegociar os empréstimos europeus

BBC Brasil |

selo

O líder do principal partido oposicionista irlandês disse que recebeu um "enorme aval" para governar após as eleições parlamentares ocorridas no sábado. A contagem dos votos ainda não terminou, mas espera-se que o partido Fine Gael obtenha a maioria no novo Parlamento irlandês. "Estamos às vésperas de mudanças fundamentais na forma como nos enxergamos, como percebemos nossa economia e sociedade", disse Enda Kenny.

Especula-se que o Fine Gael forme uma coalizão com o Partido Trabalhista para governar, se não conquistar os 83 assentos necessários para formar sozinho o novo governo irlandês. Kenny disse que renegociaria o pacote de 85 bilhões de euros de empréstimos feitos pelo FMI e a União Europeia (UE) para recuperar a economia irlandesa, tentando em particular reduzir a taxa de juros de 5,8% imposta pela UE.

A Irlanda foi o primeiro país do bloco que recebeu um pacote de ajuda financeira a ir às urnas. Correspondentes dizem que o Fianna Fail, partido dominante na política irlandesa por gerações, foi responsabilizado pela crise econômica do país.

O correspondente da BBC para a Irlanda Mark Simpson afirma que muito consideram este pleito um novo começo para o país, mas dadas as péssimas condições das finanças irlandesas, o governo eleito terá que prosseguir com as medidas de austeridade impostas pela atual administração.

    Leia tudo sobre: eleiçõesirlanda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG