Oposição declara vitória em eleição para cadeira no Parlamento da Malásia

Kuala Lumpur, 26 ago (EFE).- O oposicionista partido Keadilan declarou a vitória de seu líder, Anwar Ibrahim, na eleição realizada hoje para a cadeira vaga no estado de Penang, o que representaria, se assim for confirmado pela Comissão Eleitoral da Malásia, a volta ao Parlamento do político mais temido pelo Governo.

EFE |

Fontes do Keadilan disseram que, segundo suas informações após o fechamento das seções eleitorais, Anwar ganhou o assento parlamentar pela circunscrição de Permatang Pauh com 70% dos votos válidos emitidos.

A Comissão Eleitoral deve anunciar o resultado oficial hoje à noite.

Um total de 58.459 pessoas foram convocadas a votar nos 25 centros eleitorais instalados em escolas desta jurisdição, e informações provisórias indicam que o nível de participação esteve entre 63% e 67%.

A princípio, Anwar, de 61 anos, teria derrotado Arif Shah Omar Shah, de 51 e da Frente Nacional (BN) - a coalizão de partidos do Governo - e Hanafi Mamat, também de 61 anos e do Angkatan Keadilan Insan Malaysia.

Anwar, destituído dos cargos de vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças em 1998 e depois preso por sodomia e abuso de poder - crime pelo qual passou seis anos na cadeia -, disse que primeiro retornaria ao Parlamento e depois tiraria do Executivo o atual primeiro-ministro malaio, Abdullah Badawi.

No meio da polêmica aberta por uma nova denúncia de sodomia apresentada em junho contra Anwar por um antigo colaborador, o líder do Keadilan afirmou que se fosse eleito para o assento deixado vago por sua mulher, Wan Azizah Wan Ismail, impulsionaria profundas reformas, inclusive no sistema judiciário.

Os dirigentes da BN, que tem 140 dos 222 assentos do Parlamento, negaram que uma eventual vitória de Anwar provocará uma debandada da coalizão governista. EFE snr/wr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG