Oposição de Mianmar cética sobre anistia

A oposição birmanesa se declarou cética sobre uma possível libertação dos presos políticos, entre eles prêmio Nobel da Paz Aung San Suu Kyi.

AFP |

"Nós celebraríamos esta iniciativa se libertassem os prisioneiros dentro de uma anistia, mas poucos presos políticos foram incluídos nas anistias anteriores", afirmou Nyan Win, porta-voz da Liga Nacional pela Democracia (LND), o partido de Suu Kyi.

O embaixador de Mianmar na ONU, U Than Swe, declarou na segunda-feira em Nova York que o país está preparando uma anistia para os presos políticos, para que possam participar nas eleições gerais de 2010.

Aung San Suu Kyi, opositora à junta militar, passou 13 dos últimos 19 anos presa, desde que o regime se recusou a admitir a vitória da Prêmio Nobel nas eleições de 1990.

hla-ct/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG