A oposição democrata de Mianmar denunciou neste sábado que o número de mortos pelo ciclone Nargis aumenta dia a dia devido às restrições que a junta militar impõe à assistência humanitária e pediu que a ONU envie ajuda por todos os meios.

"As autoridades impõem muitos tipos de restrições à ajuda internacional, especialmente à das Nações Unidas, ainda que o número de mortos aumente a cada dia", afirmou em um comunicado a Liga Nacional pela Democracia (LND), do prêmio Nobel da Paz, Aung San Suu Kyi.

"A LND reitera seu pedido à comunidade internacional e à ONU, em nome da população, para que enviem ajuda e especialistas humanitários por todos os meios e coloquem em prática um sistema de socorro o quanto antes", segundo a nota.

hla/cl

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.