Montevidéu, 5 mai (EFE).- As principais figuras dos partidos da oposição uruguaia criticaram hoje o presidente José Mujica por este ter apoiado o ex-líder argentino Néstor Kirchner para comandar a Secretaria-Geral da União de Nações Sul-americanas (Unasul).

Montevidéu, 5 mai (EFE).- As principais figuras dos partidos da oposição uruguaia criticaram hoje o presidente José Mujica por este ter apoiado o ex-líder argentino Néstor Kirchner para comandar a Secretaria-Geral da União de Nações Sul-americanas (Unasul). "Por mais que se diga que houve consenso, o Uruguai votou em Kirchner", afirmou o secretário-geral e ex-candidato presidencial do Partido Colorado, o senador Pedro Bordaberry. Segundo Bordaberry, na votação realizada durante a Cúpula de Unasul, realizada nos arredores de Buenos Aires, "abster-se seria a postura correta" do Governo uruguaio. "Além disso, Kirchner não é merecedor da confiança dos uruguaios, acho que todos pensam isso, porque nos fez muito dano", acrescentou Bordaberry em declarações à Rádio Carve. EFE jf/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.