Oposição conservadora lidera legislativas na Lituânia

A oposição conservadora liderava as eleições legislativas da Lituânia, cujo segundo turno foi realizado neste domingo, o que pode levar o movimento ao poder pela primeira vez desde 2000.

AFP |

Segundo resultados parciais, sobre 45 das 68 seções eleitorais, os conservadores, liderados pelo ex-premier Andrius Kubilius, obtiveram 44 das 141 cadeiras do Parlamento lituano.

Os social-democratas, comandados pelo primeiro-ministro Gediminas Kirkilas, ficaram com apenas 26 cadeiras.

Na terceira posição aparece o novo Partido da Ressurreição Nacional, que conquistou 16 cadeiras.

O partido populista Ordem e Justiça, do ex-presidente Rolandas Paksas, destituído em 2004 por um caso de corrupção, levou 15 cadeiras, à frente de outra formação populista, o Partido Trabalhista, que ficou com dez cadeiras.

Os partidos de direita Movimento Liberal e União Liberal, ambos aliados aos conservadores, obtiveram 11 e 8 cadeiras, respectivamente.

Setenta dos 141 deputados do Parlamento da Lituânia se elegem pelo sistema proporcional. Outros 71 são escolhidos por voto majoritário, em dois turnos.

mvi/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG