Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Oposição conquista mais 26 cadeiras no Parlamento da Lituânia

Vilnius, 26 out (EFE) - Os conservadores da oposicionista União da Pátria (TS) conquistaram hoje no segundo turno das eleições legislativas outras 26 cadeiras no Parlamento da Lituânia e se transformaram na maior força política do país, segundo dados preliminares da Comissão Eleitoral Central (CEC). O partido liderado pelo ex-primeiro-ministro lituano Andrius Kubilius repetiu, assim, sua vitória de duas semanas atrás, quando a legenda foi a mais votada, com 20% dos votos, e ganhou 18 cadeiras. O Parlamento lituano é formado por 141 parlamentares que são eleitos por um sistema misto: 70 por listas partidárias e 71 em circunscrições majoritárias. Esperamos que os resultados das eleições nos permitam formar um Governo com a centro-direita e os partidos liberais, declarou hoje o líder da TS. Kubilius acrescentou que a Lituânia enfrenta uma grande crise e que a herança deixada pelo Governo anterior representa um grande desafio para aqueles que vão dirigir o país. No entanto, longe da maioria absoluta, os conservadores serão obrigados a negociar acordos com vários dos outros nove partidos políticos que conseguiram cadeiras no Parlamento. O presidente da Lituânia, Valdas Adamkus, antecipou que respeitará a vontade dos eleitores e incumbirá o partido que ganhar o pleito da formação da coalizão de Governo. Adamkus expressou sua confiança em que o novo Parlamento poderá continuar os passos reformistas dados nos últimos quatro anos. Estamos dispo...

EFE |

Sua legenda, o Partido Social-Democrata Lituano (LSDP), foi apenas a quarta mais votada no primeiro turno, e elegeu apenas dez deputados.

O LSDP governa a Lituânia desde 2001, embora desde 2004 tenha sido obrigado a formar coalizão com outros partidos minoritários.

O resultado oficial definitivo das eleições parlamentares será divulgado amanhã. EFE va/wr/db

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG