Oposição apresenta moção de censura contra premiê tailandês

Bangcoc, 11 mar (EFE).- O principal partido de oposição apresentou hoje uma moção de censura por abuso de poder contra o primeiro-ministro da Tailândia, Abhisit Vejjajiva, em uma ação que ocorre não mais que três meses depois de ele ter assumido a chefia de Governo.

EFE |

O Puea Thai (Patriótico Tailandês), partido vinculado ao ex-primeiro-ministro Thashin Shinawatra, também exige ao chefe do Executivo a cassação do ministro de Assuntos Exteriores, Kasit Piromya, a quem acusa de apoiar a Aliança do Povo para a Democracia.

Os seguidores dessa aliança, que com contínuas manifestações enfraqueceram o Governo de Shinawatra, ocuparam em novembro passado e durante cerca de uma semana os dois aeroportos de Bangcoc, ação que contribuiu para abalar ainda mais a economia tailandesa.

Piromya, diplomata de carreira e que participou de alguns dos comícios realizados pela aliança, defendeu, antes de ser nomeado chanceler, o bloqueio dos aeroportos, que qualificou como "parte de um processo democrático".

O principal partido opositor, integrado por muitos dos políticos leais a Shinawatra, acusa Vejjajiva de ter utilizado procedimentos contrários à Constituição para conseguir o apoio parlamentar que precisava para ser escolhido premiê.

"Consideramos que suas ações vulneram a Constituição", disse o deputado Peeraphan Paloosuk, do Puea Thai, ao apresentar a moção de censura no Senado.

A coalizão de Governo liderada pelo Partido Democrata, de Vejjajiva, descartou que a moção tenha alguma possibilidade de prosperar. EFE grc/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG