Washington, 28 fev (EFE).- O senador republicano pela Carolina do Norte, Richard Burr, disse hoje que o orçamento apresentado pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, está centrado demais na despesa e vai hipotecar o sonho americano das futuras gerações.

Obama apresentou esta semana seu projeto de orçamento fiscal, de US$ 3,55 trilhões e que prevê um déficit de US$ 1,75 trilhão para o ano fiscal que começou em 1º de outubro.

Burr disse no discurso semanal por rádio dos republicanos que o orçamento apresenta "o maior aumento de gasto público na história dos Estados Unidos e eleva o déficit a níveis impensáveis até agora".

O senador comparou a despesa federal com o endividamento de uma família com seus cartões de crédito, uma situação vivida por muitas famílias americanas na crise, e assegurou que com sua política de despesa o Governo está levando o país a um destino similar.

Burr afirmou que a dívida custará US$ 4 trilhões de juros durante os próximos 10 anos, mais de US$ 1 bilhão ao dia.

"Cada vez que o Congresso e o Presidente gastam US$ 1, é US$ 1 a mais de juros que nossos filhos e nossos netos terão de pagar", disse o senador.

Por isso, pediu para o Governo mostrar moderação e tomar "decisões difíceis", porque em caso contrário o "sonho americano pode morrer".

"Durante dois séculos o sonho americano dependeu da crença simples de que homens e mulheres trabalham duro para que seus filhos tenham um futuro melhor (...) mas, olhando para as prioridades de despesa dos democratas, pela primeira vez poderemos ver o sonho americano desaparecer", assinalou. EFE elv/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.