Oposição a Chávez crê em fracasso de emenda sobre reeleição

Caracas, 6 dez (EFE).- Os partidos da oposição venezuelana expressaram hoje formalmente sua rejeição à reeleição presidencial contínua, desejada pelo presidente Hugo Chávez, mas disseram acreditar que a emenda será derrotada nas ruas e nas urnas.

EFE |

"Não, presidente, 14 anos são suficientes", disseram os opositores em comunicado, que lembrou que Chávez, a quem atribuíram "ambições ilimitadas de poder", foi eleito pela primeira vez há dez anos.

Chávez já se proclamou pré-candidato para as eleições que em dezembro de 2012 decidirão o período presidencial 2013-2019, mas para isso deverá conseguir em referendo, previsto para fevereiro, a aprovação de uma emenda constitucional que permita a hoje proibida reeleição contínua.

A oposição lembrou que a reeleição sem limites foi rejeitada há um ano em outro referendo sobre essa e outras reformas, mas que "se as instituições não funcionam e permitem" que a proposta seja votada novamente, está disposta "a enfrentá-la e a derrotá-la com os votos da grande maioria dos venezuelanos".

O comunicado opositor, lido por Omar Barboza, do Partido Um Novo Tempo (UNT), ressaltou que rejeitam "a proposta de reeleição antidemocrática, inconstitucional, contrária ao interesse nacional e por tentar implantar um regime militarista e autoritário que persiga todos que pensem diferente ao Governo".

O comunicado "ratifica a confiança no voto como forma de resolver conflitos políticos", embora Julio Borges, do partido Primeiro Justiça, tenha revelado que adicionalmente estão "preparados para dar resposta legal e política".

"Derrotaremos para sempre a pretensão de hipotecar os destinos da Venezuela nas mãos de um só homem", porque "vamos seguir triunfando" como aconteceu nas eleições do mês passado e no referendo que em dezembro de 2007 rejeitou a reforma constitucional que incluiu a reeleição presidencial, acrescentou. EFE ar/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG