Operários marcham 140 quilômetros até Pequim para salvar seus empregos

Pequim, 3 abr (EFE).- Cerca de mil operários de uma empresa têxtil começaram nesta sexta-feira uma marcha de 140 quilômetros desde a cidade de Baoding, na província de Hebei, até Pequim, em uma tentativa de salvar seus empregos.

EFE |

Segundo informou a agência oficial de notícias "Xinhua", os manifestantes - alguns deles de bicicleta - partiram esta manhã desde sua empresa e depois se dirigiram à estrada nacional 107 em direção a Pequim, onde esperam denunciar seu caso.

A firma Hebei Baoding Yimian Group Co. Ltd., que dá trabalho a 4 mil pessoas, fez um plano de "reestruturação" que vai representar a perda de postos de trabalho, declarou um dos manifestantes à agência.

A Polícia local tentou convencer os trabalhadores que retornassem a suas casas, mas estes decidiram prosseguir seu caminho, por isso que os soldados decidiram escoltá-los. EFE mz/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG